Inovar é uma das bases da cultura empresarial da TPF Engenharia. E, para promover esse ambiente de inovação, contamos com o TPF Labs, um programa que dá espaço para idear, experimentar e criar soluções para projetos. Uma das iniciativas do TPF Labs é o Prêmio de Inovação, promovido semestralmente e que reconhece projetos promissores. O vencedor da última edição, que contou com mais de 20 projetos inscritos, foi o projeto ‘Virtualização de Barragens de Mineração’, desenvolvido pelos colaboradores Lucas Araújo, Assistente de Produto, e Nathalia Lima, estagiária, ambos da Unidade Recife.

“O insight para o projeto se deu a partir de uma palestra da Universidade TPF sobre Gestão Estratégica. Nela, nosso atual diretor financeiro, Eduardo Scalia, compartilhou a visão estratégica da empresa para os próximos anos, destacando clientes e contratos que possuíam certa atenção para alcançar os resultados planejados e que faziam parte do propósito de alcance da TPF Engenharia”, contam os colaboradores.

Um dos clientes mencionados é importante para diversos projetos da TPF, o que despertou interesse em Lucas e Nathalia. “Neste instante veio o seguinte pensamento: ‘Já temos, hoje, um cliente de grande relevância para o Grupo TPF Brasil. O que pode ser feito para cativar ainda mais esse cliente e para melhorar ainda mais os serviços que prestamos a ele?’. Esses questionamentos orientaram os passos seguintes e o convite de parceria para desenvolvimento da ideia.”

Após pesquisas, ambos adquiriram noção sobre os serviços de Engenharia de Registro (EoR) prestados pela TPF, e elaboraram a maneira que poderiam agregar nos trabalhos da Equipe EoR, já que atualmente tanto Lucas quanto Nathalia trabalham na área de infraestrutura viária, e não diretamente ao contrato para onde desenvolveram a ideia.

“Somado a todo esse processo, uma das vertentes que esteve presente em toda pesquisa e que é um dos alicerces da casa é a inovação. E isso também foi crucial para entendermos sobre o que já fazemos e o nosso potencial de fazer ainda melhor. E dessa junção de inovação, estratégia e visão de futuro surge a proposta de Virtualização de Barragens de Mineração.”

Virtualização de Barragens de Mineração

Virtualizar as barragens de mineração trata-se de gerar modelos tridimensionais desses dispositivos através de voos de drones que, por meio da captação de imagens aéreas, podem gerar uma nuvem de pontos no espaço, representando aquela obra de engenharia em um modelo 3D localizado no seu devido espaço geográfico. Através desse modelo virtual, é possível acompanhar as movimentações da estrutura, bem como geolocalizar pontos de interesse, tornando mais dinâmica a visualização da barragem como elemento único e de suas inconformidades como especificidades e parte de um todo.

Esta inovação permite ao cliente não apenas basear sua análise em fotos e textos presentes nos relatórios de inspeção, mas ele poderá, também, a partir desta proposta, ter acesso ao modelo 3D das barragens, visualizá-lo, e verificar pontos de ocorrência de não-conformidades, possibilitando, ainda, a visão espacial das ocorrências verificadas nas inspeções.

Além disso, a inovação fornece a segurança em inspeções para a equipe de campo, uma vez que há uma menor exposição a locais de risco e ainda traz a segurança na análise da estrutura, já que possibilita um duplo-check das estruturas. Esse duplo-check consiste na visualização da movimentação da barragem através da apuração de coordenadas dos pontos, confrontando com os dados já coletados referentes aos deslocamentos já coletados. Assim, de forma geral, dentre as oportunidades levantadas pelo modelo tridimensional, é possível avaliar questões de segurança e estabilidade, trazendo melhorias, oriundas da tecnologia de drones, ao processo que já é feito.

Prêmio de Inovação

O resultado dos primeiros colocados da segunda edição do Prêmio de Inovação foi divulgado durante a Live de Fim de Ano da TPF, em dezembro do ano passado. Lucas e Nathalia relembram que, ao receberem a notícia de que tinham sido os vencedores do prêmio, ficaram sem palavras. “Sabíamos que a disputa era difícil diante de tantos gigantes e, por isso, a primeira colocação não passava por nossas cabeças. E, ainda hoje, agradecemos a todo suporte dado pelo Time da TPF para desenvolvermos e hoje aplicarmos a ideia. Essa sensação é única e indescritível”, relatam.

Vencedores da segunda edição do Prêmio de Inovação do TPF Labs
“Na TPF Engenharia, faz parte de nossa cultura ouvir ideias e trabalharmos para torná-las reais. Esse processo empodera nosso time e nos torna ainda mais singulares, uma vez que qualquer colaborador, desde estagiários até diretores, possui espaço para contribuir com o desenvolvimento da empresa e produtos. Todo esse conjunto agregado a um time como o nosso, evidencia a nossa qualidade num mercado tão competitivo, e nos permite ganhar cada vez mais espaços, conquistar novos clientes e impactar realidades Brasil afora.”

Lucas Araújo e Nathalia Lima