Área de atuação

Supervisão e fiscalização

Especialidade

Saneamento

Abrangência

Fortaleza, Ceará

Período

2022 - 2025

Escopo

Prestação de serviços de supervisão, fiscalização, monitoramento e avaliação da elaboração dos projetos, incluindo revisão e adequação do projeto básico, da execução de obras e da prestação de serviços referentes ao controle e redução de perdas nos setores hidráulicos Messejana e Castelão, na cidade de Fortaleza (CE).

O Consórcio CONCREMAT/TPF foi contratado, através de processo licitatório, para prestar serviços de supervisão, fiscalização, monitoramento e avaliação da elaboração dos projetos, incluindo revisão e adequação do projeto básico, da execução de obras e da prestação de serviços referentes ao controle e redução de perdas nos setores hidráulicos dos bairros de Messejana e Castelão, da cidade de Fortaleza, no Ceará. O trabalho é coordenado pela Gerência de Combate às Perdas de Água da CAGECE (Companhia de Água e Esgoto do Ceará). 

Como forma de viabilizar uma redução de pelo menos 20% dos atuais patamares dos índices de perda, com o respectivo incremento de faturamento e redução dos custos operacionais, a CAGECE elaborou um plano de combate às perdas de água, composto de várias ações efetivas para redução de perdas reais e aparentes, contemplando a melhoria e a modernização operacional dos setores hidráulicos de Messejana e Castelão. 

A estratégia de setorização em Distritos de Medição e Controle (DMCs) é uma das etapas fundamentais para o gerenciamento eficaz do sistema de distribuição de água. A implementação desse serviço foi realizada pelo Consórcio ENOPS-RESTOR DMC/CE, que está executando as obras. A implantação dessa ferramenta nesses dois setores de abastecimento trará resultados mais efetivos para a redução de desperdício, promovendo a melhoria da qualidade e continuidade do fornecimento, assim como a ampliação da oferta efetiva. 

Para o setor hidráulico da Messejana foram projetados 20 DMCs, divididos em cinco subsetores. Para o setor hidráulico do Castelão foram projetados 9 DMCs que foram divididos em 3 subsetores. A área de abrangência de cada subsetor foi determinada pelo alcance das Unidades de Transmissão Remotas (UTRs). As UTRs monitoram e transmitem remotamente dados sobre a pressão em cada subsetor.  

Fonte: CAGECE (2022)
Fonte: CAGECE (2022)
Fonte: CAGECE (2022)
Fonte: CAGECE (2022)

Principais atividades 

  • Elaboração e implantação do projeto executivo dos setores hidráulicos Messejana e Castelão por meio de Distritos de Medição e Controle (DMCs), sendo estes compostos por macromedidores, Estações Piezométricas (EPZs) e Unidades de Transmissão Remota (UTRs); e execução de linhas de reforço, sendo:  

 – Supervisão da implantação de 29 DMCs 

 – Supervisão da implantação de 29 UTRs 

 – Supervisão da execução de 33.667,00 metros de linhas de reforço 

  • Implantação e operação assistida do Centro de Controle Operacional (CCO) dos 02 setores hidráulicos (Messejana e Castelão); 
  • Apoio na aquisição e substituição de hidrômetros; 
  • Apoio na substituição de redes, ramais e acessórios; 

– Supervisão da substituição de 10.365 metros de redes 

 – Supervisão da substituição de 18.000 metros de ramais 

  • Pesquisa e reparo de vazamentos em 1.848 km (pesquisa com 02 varreduras); 
  • Apoio na aquisição e instalação de 29 estações piezométricas; 
  • Pesquisa e regularização dos usos não autorizados; 
  • Levantamento e medições de parâmetros em campo; 
  • Cadastro de redes e modelagem hidráulica; 
  • Elaboração do projeto executivo dos distritos de medição e controle; 
  • Apoio técnico-operacional.