• 33.874 ha de área irrigável
  • |
  • Sistema de irrigação 24 h/dia em funcionamento

Área de atuação

Projetos

Especialidade

Irrigação

Abrangência

Piauí

Período

2015 - 2017

Escopo

Serviços de engenharia para elaboração do projeto básico da infraestrutura hídrica de irrigação e drenagem do Cluster de Guadalupe. Este empreendimento contemplou várias áreas da engenharia, abrangendo projetos civis, agronômicos, hidromecânicos, elétricos e de automação.  

O Cluster de Guadalupe está inserido na região centro-oeste do Estado do Piauí, na Bacia do Rio Parnaíba, próximo à barragem de Boa Esperança, no município de Nova Guadalupe. Corresponde a uma área total de 59.936 hectares, sendo 33.874 hectares destes irrigáveis.

Este empreendimento integra a produção agrícola irrigada de cana de açúcar e de tomate em rotação, com um processamento industrial da cana de açúcar para produção de açúcar e álcool, bem como a geração de energia elétrica a partir do bagaço da cana de açúcar, além da produção de pasta de tomate. As unidades de produção foram previstas para serem irrigadas pelo método de gotejamento e todo o sistema de irrigação está habilitado para operar 24 h/dia. Em termos de infraestrutura existente, este cluster tem proximidade com várias rodovias federais e estaduais configurando também uma logística rodoviária.

A elaboração do projeto básico da infraestrutura hídrica de irrigação e drenagem do Cluster de Guadalupe contemplou várias áreas da engenharia, abrangendo projetos civis, hidromecânicos, eletromecânicos, elétricos e de automação. Os documentos gerados por esses projetos consistiram em memoriais descritivos, desenhos e pacotes licitatórios, estes últimos compostos pelas especificações técnicas e quantitativos finais do projeto.

O desenvolvimento das atividades de projeto básico foram precedidas pela avaliação técnica de um estudo inicial de anteprojeto existente, justificada pela necessidade de atualizar as informações disponíveis através de uma visita de campo, bem como a definição de critérios e parâmetros que permitissem desenvolver o projeto básico da infraestrutura principal de irrigação, sistema de drenagem de proteção de canais e estradas e sistema viário (composto de vias de escoamento da produção, estradas de acesso do projeto e estradas de operação e manutenção, rede de alimentação elétrica e sistema de automação e controle).

Principais atividades

  • Projeto de canais: otimização de traçado, definição do perfil hidráulico e das seções típicas;
  • Projeto das obras de arte: obras de arte correntes, obras de regulação de níveis, e obras de arte especiais;
  • Projeto de drenagem superficial: estudo hidrológico para determinação da chuva de projeto, determinação das bacias e sub-bacias de drenagem interceptadas pelos canais do sistema adutor, bem como o dimensionamento das obras de interseção com os canais e estradas;
  • Projeto das estações de bombeamento: projeto arquitetônico, civil, hidromecânico, eletromecânico e de automação com equipamentos que facilitem a operação e manutenção do sistema, além de estudos de transientes hidráulicos;
  • Projeto elétrico: sistemas elétricos das estações de bombeamento, incluindo os sistemas de partidas dos conjuntos de motores;
  • Projeto das adutoras;
  • Projeto das estradas;
  • Projeto de automação: definição de critérios de automação e controle do projeto e Especificações técnicas dos instrumentos de campo;
  • Especificações técnicas e quantificação das obras, serviços e equipamentos;
  • Caracterização das estruturas de operação e manutenção.