• 100% dos municípios brasileiros contemplados
  • +174 milhões de pessoas atendidas
  • Projeção para horizontes de +15 anos

Especialidade

Recursos Hídricos

Área de atuação

Consultoria

Abrangência

Brasil

Período

2018 - 2021

Escopo

A atualização do ATLAS Brasil – Abastecimento Urbano de Água – tem por objetivo analisar a oferta de água em áreas urbanas e propor ações a respeito dos sistemas de abastecimento público das sedes municipais brasileiras. 

O Atlas Brasil – Abastecimento Urbano de Água é um projeto da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) que tem por objetivo analisar a oferta de água em áreas urbanas de todos os municípios brasileiros e propor ações para garantir o abastecimento nessas localidades. Esse documento reúne o diagnóstico e o planejamento referentes às principais obras e ações de gestão para o atendimento das demandas hídricas do país. 

Abrangência do Atlas Brasil
Abrangência do Atlas Brasil

O envolvimento da TPF Engenharia com a avaliação doferta de água no Brasil começou em 2005/2006, quando participamos da elaboração da primeira versão do Atlas Nordesteavaliando a oferta de água bruta e propondo soluções de engenharia para garantir a oferta de água na região.

Em 2018, a TPF Engenharia foi contratada para atualizar a última versão do ATLAS Brasil, elaborada em 2010. O trabalho envolve a ampliação do escopo do ATLAS no que se refere à segurança hídrica, ao monitoramento sistemático da situação do abastecimento e à avaliação da interdependência de mananciais em grandes aglomerados urbanos

O trabalho tem como foco atualizar o estudo da situação da oferta de água em todo o país em 2020, com projeções para 2025 e 2035 dos sistemas produtores de água e da oferta para os 5.570 municípios atualmente existentes – que juntos totalizam uma população urbana de cerca de 174,2 milhões de habitantes. Para os municípios com população superior a 250 mil habitantes, a projeção foi estendida até o ano de 2050.

Fluxograma de atividades do Atlas Brasil.
Fluxograma de atividades do Atlas Brasil.

A partir dos resultados do diagnóstico, foram planejadas as principais obras e ações de gestão para o atendimento das demandas de água. A TPF elaborou para a ANA um portfólio de projetos e obras que inclui soluções, seus custos e as ações para viabilizá-las – disponibilizando, assim, um panorama para a tomada de decisões pela agência que permite a racionalização dos investimentos.

Com o intuito de oferecer uma visualização interativa e fácil dos diagnósticos feitos para o cliente, a TPF Engenharia desenvolveu também um dashboard interativo em Power BI. As informações foram organizadas segundo mapas flexíveis e a fonte de dados utilizada é uma planilha online, que pode ser atualizada em qualquer momento do estudo e tem sincronização diária com o Power BI. Os seus diversos filtros permitem que o usuário realize inúmeras análises, com rapidez.

Principais atividades desenvolvidas

  • Levantamento de dados
  • Análises quantitativas e qualitativas sobre os mananciais
  • Elaboração das recomendações para a viabilização de projetos
  • Indicação de medidas necessárias para garantir a segurança hídrica do abastecimento urbano de água das sedes municipais
  • Indicação de estudos de alternativas e projetos de adequação e ampliação para o sistema de produção de água
  • Diagnóstico do abastecimento urbano, analisando a demanda e a oferta de água com projeção de 15 a 30 anos
  • Estruturação de um banco de dados georreferenciado
Gerenciar um projeto da magnitude de Atualização do Atlas Brasil é um enorme desafio, que enfrentamos com uma equipe do mais alto nível e fortemente comprometida, trabalhando em coordenação com profissionais das empresas consorciadas e da própria ANA. O Atlas consolida um amplo trabalho de diagnóstico e planejamento nas áreas de recursos hídricos e saneamento em todos os municípios brasileiros, com foco na garantia da oferta de água para o abastecimento das sedes urbanas, setor que se vê envolvido hoje numa ampla transformação, através do estabelecimento do novo marco regulatório do saneamento, que deverá conduzir à universalização dos serviços de água e esgoto no país.

Marcelo Casiuch, Gerente do Produto