O Governo do Ceará tem investido no fortalecimento de suas Redes de Atenção à Saúde (RAS), com o intuito de aumentar a cobertura de serviços ofertados e de tornar o atendimento mais eficiente para a população.

Um marco nos investimentos realizados pelo Estado nessa área é o Programa de Expansão e Melhoria da Assistência Especializada à Saúde (PROEXMAES). A primeira fase, realizada de 2007 a 2016, foi considerada um case de sucesso pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que financiou o programa.

Os bons resultados permitiram que, em 2017, fosse formalizado mais um contrato de empréstimo, no valor de US$ 123 milhões, para viabilizar uma segunda fase do projeto: o PROEXMAES II.

Na foto temos Beatriz Menezes e Francisco Diniz, coordenadora e gerente do PROEXMAES II, respectivamente

Um dos objetivos da nova etapa é realizar melhorias na Plataforma de Modernização da Saúde (PMS). Criada pela Secretaria de Saúde do Estado do Ceará com base em um planejamento integrado, essa plataforma foi desenvolvida para promover a saúde individual e coletiva da população e para simplificar o acesso a serviços de saúde, tornando o atendimento mais humanitário e eficiente.

As atividades devem ser desenvolvidas até 2023. O planejamento prevê o reforço estrutural de unidades de saúde, a construção de novos equipamentos e a promoção de metodologias e políticas inovadoras, além do fortalecimento das categorias profissionais e da governança do sistema estadual.

Para gerir tudo isso, a Secretaria de Saúde conta com o apoio da TPF Engenharia e da TPF Consultores. As empresas prestarão serviços especializados de assessoria técnica, administrativo-financeira e gerenciamento, bem como de serviços de supervisão de obras, à Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP PROEXMAES II).