A TPF Engenharia será uma das empresas palestrantes na segunda edição do Autodesk Experience Brazil, evento promovido pela Autodesk que tem como objetivo promover a troca de experiências entre clientes e a comunidade brasileira de usuários da Autodesk, nas indústrias de AEC – Arquitetura, Engenharia e Construção, M&E – Mídia e Entretenimento, e MFG – Manufatura.

Líder global em tecnologia de projetos e criação, com especialidades nas áreas de arquitetura, engenharia, construção e projetos, a Autodesk conta com softwares de ponta para o desenvolvimento de projetos em BIM (Building Information Modeling). Ferramentas como o AutoCAD Civil 3D, Infraworks, Revit e Navisworks auxiliam no planejamento, desenvolvimento e coordenação dos projetos, como também compatibilizam informações e automatizam processos, facilitando o trabalho colaborativo das equipes de produção.

Um dos trabalhos da TPF que foi destaque nos últimos meses e será apresentado no evento foi o Estudo de Viabilidade Técnico-Operacional, Econômico-Financeiro, Ambiental e Jurídico (EVTEA-J) da Nova Ferroeste, uma nova ferrovia com 1.304 km de extensão, que vai do Mato Grosso do Sul ao Paraná. Para o desenvolvimento do projeto foi utilizado o software AutoCAD Civil 3D.

Cabe destaque para as seguintes disciplinas desenvolvidas nesta ferramenta: projeto geométrico, projeto de terraplenagem, projeto de drenagem, entre outros. Um dos maiores desafios para concepção do projeto ferroviário encontra-se na Serra do Mar – importante Serra brasileira, com alta sensibilidade ambiental – onde foi preciso vencer um desnível de aproximadamente 950 metros. Com o intuito de visualizar os principais impactos, como por exemplo as obras de artes especiais, a plataforma de terraplenagem, as reservas legais, entre outros, foi utilizado o software Infraworks para uma primeira modelagem da via férrea em 3D. A partir desta modelagem foi possível apresentar de forma mais clara as soluções de engenharia para no trecho de 54 km, envolvendo as partes interessadas no processo de tomada de decisão.

Também foi aplicada Inteligência Artificial, por meio de Machine Learning em grande massa de dados (Big Data), para auxiliar a definição de traçados da Nova Ferroeste. Entre as dimensões analisadas para determinar as regiões mais favoráveis para o desenvolvimento do traçado com IA estiveram:

  • Dimensão física (declividade, precipitação, pedologia);
  • Dimensão logística (distância às rodovias, capacidade de silos e armazéns, ferrovias concorrentes, ferrovias conectoras, portos concorrentes);
  • Dimensão mercadológica (tipos de cargas);
  • Dimensão socioambiental (áreas densamente edificadas, reservas ambientais, terras indígenas, comunidades tradicionais, etc).

Além da Nova Ferroeste, outro projeto-destaque de infraestrutura de transporte que está sendo desenvolvido dentro do AutoCAD Civil 3D é a duplicação de um trecho de 32 km de uma rodovia concessionada no estado de São Paulo. O modelo BIM apresenta informações e características técnicas para empreendimentos diversos dos elementos projetados. Tais elementos foram modelados utilizando um fluxo de produção de projeto que envolve as tecnologias de desenho AutoCAD Civil 3D, Revit e Navisworks. Mesmo estando em fase de projeto funcional, é possível detectar grande nível de detalhamento na modelagem, que contou com funcionalidades como Subassembly Composer, Dynamo e plugins do Civil 3D.